Por que ocorre a endometriose?

Nos últimos anos, muitas pesquisas têm sido realizadas procurando explicar porque a endometriose ocorre, mantendo-se uma corrente importante que defende a teoria da menstruação retrógrada, descrita em 1927 por Sampson.

Esse autor percebeu que, durante o período menstrual, o sangue e o endométrio (tecido que reveste o útero internamente), além de seguirem seu fluxo normal, saindo pela vagina, também retornam pela tubas uterinas para dentro da cavidade abdominal.

=

Com isso, o endométrio consegue se instalar em um local diferente do seu local de origem, levando assim ao início de um foco de endometriose.

No entanto, praticamente todas as mulheres têm refluxo menstrual todos os meses e somente uma parte tem endometriose.

Endometriose Profunda - Refluxo Menstrual

Refluxo Menstrual

O que poderia haver de diferente nessas mulheres?

Há realmente muitos estudos já publicados e outros tantos sendo realizados ao redor do mundo tentando buscar respostas para essa pergunta: estudos em genética, imunologia, hormônios e outros campos, sem respostas definitivas, porém com alguns resultados importantes.

Além disso, outras teorias foram propostas para explicar porque o tecido endometrial se desenvolve fora da cavidade uterina, como as teorias da metaplasia do epitélio celômico (o revestimento do abdome teria capacidade de se transformar em endométrio), a disseminação de tecido endometrial por via hematogênica (o endométrio chegaria em outros locais pelo sangue) e, mais recentemente, tenta-se envolver a atuação de células-tronco (as células que têm capacidade de se transformar em outras células).